Sessão Cinema: Ensina-me a Viver

Olá,
E para hoje temos a primeira resenha sobre um filme *-* Estou muito feliz em ver o blog crescer, em poder abordar outros assuntos, e fazer isso com segurança. *parabéns para mim*
Só um parêntese, antes de começar a falar do filme, hoje dia 8 de Maio estou fazendo 4 anos e 11 meses de namoro, ount…Um amor né? Mas ainda não decidi o que farei para o grande dia, daqui a um mês, alguém me ajuda? Deixem nos comentários, ideias, eu quero ideias hehehehe.
Bom, agora voltando ao nosso filme, né?
Descrito como “um clássico com um dos mais improváveis pares do cinema”, Ensina-me a Viver (Harold & Maude – prefiro esse nome) foi gravado em 1971 e em sua época recebeu grandes críticas da mídia cinematográfica. Mas atualmente se tornou um clássico, com uma história atual e carregada de reflexões.
Adoro essa imagem. É bem a cara da Maude ()
Harold (Bud Cort) é um garoto de 20 anos, entediado com sua fortuna e que costuma representar sua morte *estranho né?* e frequenta funerais de estranhos. Sua mãe, uma socielite divorciada, se empenha em encontrar um relacionamento estável para o filho e tenta relevar o “hobby” do querido Harold.
“Você tem altos e baixos sem uma razão óbvia?”
Maude (Ruth Gordon) é uma viúva de 79 anos, muito fofa e excêntrica. Também costuma frequentar funerais de desconhecidos e diz que os acha engraçados hehehehe
“Tentar algo novo a cada dia.”
Harold e Maude se conhecem em um desses funerais e partir daí, Maude mostra a Harold outras formas de viver e aproveitar os pequeno momentos da vida.
Os cenários são lindos, bem cheios de informação, o que é bem incomum hehehehe, mas são cenários encantadores. A casa de Maude é o meu cenário favorito *-*. Tem tudo a ver com ela, cheio de móveis e cores…
O Harold para mim, é a personificação do “não-viver“. Mas o que seria isso? Para mim, um “não-viver” é estar sempre ocupado, preocupado com o trabalho, anestesiado do mundo, e tantos outros “não-viver” que possam existir, e infelizmente, existem muitas pessoas vivem ~ou não vivem~ assim. Maude, ao contrário de Harold é a VIDA, assim gritado, como ela fala no filme. Ela é o “sentido da vida” do Viktor Frankel, em pessoa. Mas o que é o sentido da vida? Ah, ele é lindo. Ele varia de pessoa para pessoa, muda a depender do momento, é instável, é imprevisível como a Maude (). É bonito  ver a vontade que ela tem de viver, de aproveitar cada pequeno *grande* momento da sua vida. Aí, você me pergunta: mas ela não tem tristezas na vida? Sim, ela tem e isso fica claro no filme, mas ela não deixa que suas tristezas impeçam que ela viva. Isso não é lindo? *é, eu sei heheh*
Harold & Maude…Tão lindos !!!

É simplesmente IMPOSSÍVEL não amar a Maude do fundo do coração *mais Maude na vida das pessoas, pelamor !!!* A relação entre os personagens é linda, doce e inocente. É quando está com Maude, que Harold realmente vive, quando ele pode (ou ter vontade) de ser que é.

“Estenda a mão
se arrisque e
chegue mesmo a se magoar,
mas faça o melhor que for possível.”

Outro aspecto digno de destaque é a trilha sonora, mas isso é assunto para outro post *que eu já estou preparando, ok?* Eu indico o filme para qualquer um, independente de gostar ou não de romances, por que a história vai muito além de um amor água com açúcar e é uma reflexão para a vida *-*

Para vocês terem uma ideia de como eu adorei o filme, eu assisti duas vezes em menos de uma semana. Uma vez eu vi sozinha *adoro assisti filmes sozinha* e depois assisti com meu amor, que por sinal amou também !!!

“Harold: – Você reza?Maude: – Rezar? Não. Eu me comunico.Harold: – Com Deus?
Maude: – Com a vida.”




Harold ama Maude…Maude ama Harold…
E finalizo o post com a frase mais linda da Maude, é um conselho, uma ordem…é lindo () !!!

“Vá e ame mais.”

E vocês, conheciam o filme? Quero saber a opnião de vocês.
No YT tem o filme completo disponível, quem quiser assistir, é só clicar aqui: Filme Ensina-me a Viver.

Beijos !

Anúncios

5 comentários sobre “Sessão Cinema: Ensina-me a Viver

  1. Eu quero veeeeeeerr!!!Negah, tava lendo seus demais post's…to lendo como uma louca esse ano!!!Mas, Veronika decide morrer mexeu demais comigo ano retrasado…tentei suicídio…foi horrível!Maaaaaaaaaaaasss, chega de xurumelas!hahahaSeu blog ta leeeeendo!bjshttp://esmaltandopaixoes.blogspot.com.br/2013/05/sorteio-sorteio-sorteeeeeeeiooo.html

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s